quarta-feira, 27 de outubro de 2010

BRT de Salvador

Da sigla inglesa "Bus Rapid Transit", trata-se de um sistema de transporte, baseado na utilização de ônibus articulados em faixas ou vias exclusivas. O projeto foi doado pelos empresários de ônibus para a Prefeitura de Salvador e foi baseado no BRT de Bogotá na Colômbia, lá chamado de Transmilênio. Pretende-se interligar o bairro de Portão em Lauro de Freitas, passando pelo Aeroporto Internacional de Salvador, atravessando todo o canteiro central da avenida Paralela até a Estação Acesso Norte do Metrô e é o projeto de mobilidade preferido pela Prefeitura de Salvador para ser implantado em função da Copa do Mundo de 2014.


Fotos do Transmilênio (BRT de Bogotá):

BRT de Bogotá (Transmilênio ) - Modelo escolhido para mobilidade urbana em Salvador


Estação de BRT em Bogotá (ops! qualquer semelhança com a Estação Pirajá é mera coincidência)

3 comentários:

Pregopontocom disse...

A visão para o futuro da nossa cidade não pode ser feita através de lentes de óculos escuros,tentar sabotar ou impedir de alguma maneira que Salvador hoje a terceira maior capital do Brasil tenha o direito de dispor de um sistema de TRANSPORTES DE MASSA nos padrões da modernidade,contando com Trens Metros,VLTs,Trolebus e os onibus na complementação do sistema,e agir de maneira cruel e dolorosa impondo um castigo a toda nossa populção e a nossa cidade de maneira injusta e desnecessária MOBILIDADE URBANA EM SALVADOR JÁ.

Cleber disse...

Aqueles que defendem o Transmilênio como modelo para Salvador: esqueceram propositalmente de mencionar que esse sistema está saturado, congestionamentos nas vias exclusivas são muito comuns, acidentes são frequentes, há oligopólio de empresas e a população de lá quer metrô, mesmo sendo este o BRT considerado "exemplo de tecnologia e modernidade" pelo SETPS e a Prefeitura de João Henrique.

Este é o modelo que queremos para Salvador?

AmBuss disse...

O BRT como Sistema Principal, é viável em cidades com população entre 200.000 e 1.000.000 de habitantes. Já em cidades com população maior do que essa, só metrô que pode ser o sistema principal. No entanto, nessas cidades, o BRT é um Imprescindível Sistema Auxiliar.