segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Desordem na Casa: Estações de Ônibus em Salvador Abandonadas

No alto da foto: torre da Estação da Lapa

Sobram sujeira e faltam cuidados com a higiene nas principais estações de ônibus de Salvador. Mas, inacreditavelmente este é apenas o menor dos problemas, faltam também segurança pública, acessibilidade a portadores de deficiência, falta a fiscalização efetiva do cumprimento de horários dos ônibus e a superlotação são algo tão trivial quanto o fétido odor oriundo dos sanitários destas estações, que retratam de maneira enfática uma aparente falta de zelo e respeito com um bem público que atende milhares de pessoas diariamente.

A situação nas estações de ônibus da capital baiana é tão emblemática que para compensar a falta de manutenção destes equipamentos urbanos fora criado pela Prefeitura de Salvador a operação "Ordem na Casa" que visita esporadicamente as estações de ônibus retirando toneladas de lixo e fazendo a pintura de locais pichados devido a ausência de segurança.

Estação Pirajá: superlotação, longa espera, descaso e sujeira


2 comentários:

Pregopontocom @ Tudo disse...

Essa é a Salvador de um novo tempo...tempo de desordem,bagunça,desleixo,falta de zelo,falta de tudo.E parece que a maioria do povo ainda não acordou,olham para tudo como não se estivessem vendo absolutamente nada,é que talvez infelizmente já tenham até se acostumado com tal situação. Salvador...uma cidade fora dos trilhos ...literalmente

mobsalvador disse...

A Estação Pirajá é o retrato de uma administração comprometida com esse "Novo Tempo". E o que é pior: querem estender esse modelo de "sucesso" e "inovação tecnológica" para a Avenida Paralela. Salvador merece mesmo o representante que foi reeleito!