quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

BRT poderá prejudicar o Trânsito na Avenida Paralela


A terceira cidade mais populosa do Brasil e a única entre as grandes capitais brasileiras a não possuir metrô apostará, mais uma vez, na utilização de mais ônibus, para tentar solucionar os constantes congestionamentos na Avenida Paralela, a mais movimentada de Salvador. Em um projeto feito em parceria com os empresários de ônibus da capital baiana, a Prefeitura de Salvador pretende destinar as faixas, em cada sentido desta avenida, mais próximas ao canteiro central, para o uso exclusivo dos ônibus (veja a figura acima). Entretanto, o que deveria ser uma solução paliativa para os atuais transtornos poderá causar, em um curto prazo, justamente o efeito contrário: ainda mais congestionamentos.

Isso deverá ocorrer justamente pelo fato de as faixas que serão destinadas aos ônibus ocuparem as bordas do largo canteiro central desta avenida, impedindo que esta seja ampliada futuramente com mais faixas para os outros veículos.

Assim como ocorreu em outras cidades que implantaram o BRT, como por exemplo, Curitiba, Bogotá, etc., a superlotação dos ônibus e das estações se tornaram coisas comuns e é uma consequência deste sistema de baixa capacidade para transporte de passageiros quando comparado ao metrô ou VLT. O fato é que dificilmente os proprietários de carros serão estimulados a deixar seus veículos nas garagens e troca-lo pelo BRT para viajar numa condição tão adversa e insalubre.

2 comentários:

Pregopontocom @ Tudo disse...

Enquanto a cidade de Salvador estiver sob o dominio de empreiteiros e donos de onibus nada pode se esperar a não ser isso,muita especulação imobiliaria e as ruas engarrafadas entupidas de "caminhões bau" (bus)

Anônimo disse...

Dificil achar uma solução que agrade a todos. As deficiências no planejamento das cidades, e do transporte publico fazem com que o usuário use o carro, e o excesso de carros piora o transporte publico. Usar a bicicleta ou a estimular a carona podem ser soluções sustentáveis - vejam esta www.caronetas.com.br